• Segunda à Sexta-feira - 8h às 18h
20190719_143232_0000
19 de julho de 2019 Postado por: Categoria: Crônicas

Alô Alô? Do outro lado da linha um Bibliotecário

Final de semana se aproximando, fazendo o check-list e o inventário da Biblioteca, tá tudo certo ou quase, a não ser aquele barulhinho insistente de notificação vindo de onde? Ah do nosso amigo celular, ah desculpa hoje o smartphone.

Muitas vezes o aparelhinho que cabe na palma da mão, pode tanto nos salvar de apuros bem como colocar em situações embaraçosas, então na tecnologia também serve a máxima menos é mais.

Alexander Graham Bell
Alexander Graham Bell

Fico a pensar como Alexander Graham Bell (inventou o telefone em 1876) o que diria numa chamada telefônica para Martin Cooper, que liderou uma equipe que projetou o primeiro telefone celular prático. Foi chamado o Motorola DynaTAC, e ele ainda não era um dispositivo pequeno – ele tinha 22,9 centímetros de comprimento e pesava 1,1 kg (olha para atender uma ligação também tinha que ser fitness).

Martin Cooper
Martin Cooper

Com passar do tempo à tecnologia foi aprimorando e todos seus contatos cabem no bolso da camisa, ou é mais um acessório que a mulher carrega na sua bolsa. O que se tornou prático também pode causar alguns problemas e que tal um manual de boas maneiras no ambiente de trabalho? Vamos ficar atentos para não atrapalhar apresentação daquele projeto, na hora da indexação, classificar sem perder a calma com o barulho do smart te lembrando do horário do dentista, o já popular aplicativo de conversas instantâneas, a rede social podem ser vistos no ambiente de trabalho como os vilões.

Olha o antídoto receitado: o celular sempre no “vibra call” para não atrapalhar o ambiente (a lei máxima: silêncio por favor). E configurar o Facebook para não enviar alertas pelo celular, analisar rapidamente a mensagem recebida pelo Whatsapp e somente responder se realmente se tratar de um caso urgente e fundamental – o que só raramente acontecerá. ( não é mesmo?)

Como temos as nossas 5 Leis da Biblioteconomia, 5 Leis do Bom Senso ao usar nosso amigo smartphone:

vibra-call1) Durante reuniões ou em restaurantes, deixe o celular em “vibra call”.Se for algo muito urgente, peça desculpas explicando ser algo fundamental, e seja rápido;
2) Em locais públicos fale moderadamente, ficar gritando passará uma péssima imagem de você como pessoa e profissional;
3) Se estiver numa reunião, não fique olhando o tempo inteiro o seu Facebook ou Whatsapp para ver se tem mensagens, pois a grande maioria destas não terá muita urgência. Porém, se souber de uma ligação urgente que está por receber, avise ao grupo que isso poderá acontecer, passando assim uma melhor imagem de respeito pelos presentes;
4) Evite estar em grupos desnecessários no Whatsapp, pois centenas de pessoas falando num grupo poderão fazer o seu celular receber alertas o tempo inteiro, dispersando sua atenção;
5) Sempre que atender uma ligação em Viva Voz, avise a pessoa do outro lado sobre esta condição para evitar constrangimentos;

Agora tudo resolvido, podemos marcar aquele date via celular e esperar a resposta, com o celular no silencioso, please, imaginem a Bibliotecária da Library of Congress respondendo via aúdio um date com o Museólogo? Jamais né!!!

See You ♥♥

Bibliotecária e Cronista Ana Karina Fraga – CRB1 1887


(pesquisa marota mesmo no silencioso: https://acrediteounao.com/quem-inventou-o-telefone-celular/ ;
https://www.facebook.com/notes/ladmir-carvalho/dicas-de-gest%C3%A3o-o-celular-ajuda-e-atrapalha-no-ambiente-de-trabalho/10203193565616633)


Arquivos
agosto 2019
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031