• Segunda à Sexta-feira - 8h às 18h
1 de junho de 2018 Postado por: Categoria: Evento, Notícias
whatsapp-image-2018-06-01-at-21-01-42
Biblioteca da Diversidade com o bibliotecário Cristian Brayner.

Em julho de 2018, a Biblioteca Daniel Cosío Villegas, no México, sediará  – entre os dias 1° e 4 –, a 63ª Conferência anual do “Seminar on the Acquisition of Latin American Library Materials” (SALALM). A conferência deste ano, que terá como tema “Lugares, Textos e Vozes na Biblioteconomia Crítica: Descolonizando Bibliotecas e Arquivos”, reunirá bibliotecários, arquivistas, livreiros, curadores, acadêmicos e artistas do mundo inteiro, que discutirão como os processos de seleção, mercantilização, organização e descrição – as ferramentas de nossa profissão – estruturam a pesquisa e o ensino sobre a América Latina, a Península Ibérica e o Caribe.

O SALALM oferece bolsas para bibliotecários que queiram participar da conferência e, consequentemente, do SALALM. Nesta edição, o Conselheiro do Conselho Regional de Biblioteconomia da Primeira Região (CRB-1) e também bibliotecário da Câmara dos Deputados, Cristian Brayner, foi um dos dois bibliotecários contemplados para a bolsa Enlace, uma das oportunidades oferecidas. Na oportunidade, o Conselheiro irá apresentar o seu projeto, intitulado Oxumarê: Base Bibliográfica Brasileira de Gênero e Orientação Sexual. A ideia, segundo Brayner,  “é elaborar uma base de dados, intitulada Oxumarê (arco-íris na língua iorubá), que, além de nos permitir desenvolver as coleções da Biblioteca da Diversidade, seja a matriz de uma bibliografia anual que abarque toda a produção bibliográfica brasileira nas áreas em questão, incluindo, naturalmente, a literatura”.

O SALALM é uma instituição criada no ano de 1956, e a sede atual de sua Secretaria está em New Orleans, Estados Unidos. Os seus objetivos são: promover a melhoria dos serviços bibliotecários em apoio às atividades de estudo e pesquisa em assuntos latino-americanos e interamericanos; fornecer uma associação para programas de estudo nos quais acadêmicos, bibliotecários e outros interessados em materiais bibliográficos relacionados a estudos latino-americanos e interamericanos possam discutir problemas e realizar programas de interesse comum; promover esforços cooperativos para obter melhores serviços bibliotecários como meio de incentivar e promover o entendimento internacional.

Lyzy Rayla/Ascom CRB-1

Arquivos